segunda-feira, 9 de maio de 2011

Peixe, símbolo cristão

O símbolo mais reconhecido do cristianismo é sem dúvida a cruz, que pode apresentar uma grande variedade de formas de acordo com a denominação: crucifixo para os católicos, a cruz de oito braços para os ortodoxos e uma simples cruz latina para os protestantes evangélicos. Outro símbolo cristão, que remonta aos começos da religião. é o Ichthys ou peixe estilizado: 
Uma outra versão contendo o acrônimo ΙΧΘΥΣ. Ictus, Icthus ou Ichthus (do grego antigo ἰχθύς, em maiúsculas ΙΧΘΥΣ ou ΙΧΘΥC, significando "peixe") é o símbolo ou marca do cristão.
Significado

"ΙΧΘΥΣ": trata-se de um acrônimo, utilizado pelos cristãos primitivos, da expressão "Iesus Christos Theou Uios Soter" (em grego, conforme se vê acima), que significa "Jesus Cristo, Filho de Deus, Salvador". Foi um dos primeiros símbolos cristãos, juntamente com o crucifixo e continua a ser usado. A figura tinha, ademais, um significado místico, porque, como os peixes, também os cristãos eram "nascidos nas águas".

Histórico

O Ictus era utilizado para marcar catacumbas cristãs na época de perseguição aos cristãos. Outra utilidade era o uso para comunicação: um cristão marcava um lugar com uma meia-lua para baixo, se o outro também fosse cristão, marcava a meia lua para cima, formando o símbolo.

O peixe foi e ainda é um dos símbolos do Cristianismo. O peixe era alimento básico entre os judeus. Embora duas vezes tenha sido objeto de milagre, e assim como o pão tornou-se símbolo de Cristo, assim também o peixe pôde ser lembrado como provisão de Deus. Uma vez que o peixe era um alimento essencial, a profissão de pescador era comum. O Senhor Jesus usou a figura do pescador e da pesca para exemplificar o discipulado e a abrangência do Reino de Deus.

Um comentário:

Sara disse...

Lhe sou grata por esta explicação sobre o px que usamos na nossa vida cristã, pois há ainda muito a ser aprendido sobre a Igreja e Jesus.

Obrigada!!!