terça-feira, 9 de abril de 2013

Palavras de Gandhi, líder da resistência pacífica

"OLHO POR OLHO E ACABEREMOS TODOS CEGOS".


Só podemos vencer o adversário com o amor, nunca com o ódio. A Não-violência não depende do número; depende do grau de firmeza. Se um único homem chegar à plenitude do amor, neutraliza o ódio de milhões.

O caminho da paz é o caminho da verdade. Na verdade, a mentira é a mãe da violência. Um homem sincero não pode permanecer violento por muito tempo. Ele vai perceber, no curso de sua busca, que não tem necessidade de ser violento. Vai também descobrir que enquanto houver nele o menor vestígio de violência não conseguirá encontrar a verdade que está procurando.

A força gerada pela não violência é infinitamente maior do que a força de todas as armas inventadas pela engenhosidade do homem. A Não-Violência é a força mais potente do mundo.

A não violência e a covardia não combinam. Posso imaginar um homem armado até os dentes que no fundo é um covarde. A posse de armas insinua um  elemento de medo, se não mesmo de covardia. A não violência nunca deve ser usada como um escudo para a covardia. É uma arma para os bravos.

O que precisamos matar no inimigo é o desejo de matar.

A não-violência é o primeiro artigo da minha fé; e é também o último artigo do meu credo.

Se queremos alcançar a verdadeira paz neste mundo e se queremos desfechar uma guerra verdadeira contra a guerra, teremos de começar pelas crianças; se crescerem com a sua inocência natural, não teremos de lutar; não teremos de tomar resoluções ociosas e infrutíferas, mas seguiremos do amor para o amor, da paz para a paz, até que finalmente todos os cantos do mundo estarão dominados pela paz e pelo amor, pelo que o mundo inteiro está  ansiando, consciente ou inconscientemente.

Citações extraídas de "As Palavras de Gandhi" texto selecionado por Richard Attenborough, Editora Record.

Nenhum comentário: